Sintraadete - Sindicato Auto Escola, Despachante e Transporte Escolar de Guarulhos

Hoje15
Ontem102
Esta Semana337
Este Mês1640
Total216514

Temos 21 visitantes e 0 membros em linha

Horário de Atendimento

Guarulhos
de segunda à sexta-feira das 8 ás 12 e das 13 ás 17 horas

São José dos Campos
de segunda à quinta-feira das 8 ás 12 e das 13 ás 17 horas (sexta- feira atendimento em Guarulhos)

Histórico

Depois de passar por uma eleição complicada devido as dificuldades que enfrentava o Sindicato, a nova diretoria presidida por Alexandre Gerolamo de Almeida iniciou sua gestão no mês de maio de 2007. A diretoria assumiu um sindicato que nada mais tinha que uma documentação registrada e reconhecida pelo Ministério do Trabalho e diversas dívidas deixadas pela gestão anterior que não havia ao menos conseguido fechar acordo coletivo para garantir salários e direitos dos trabalhadores das categorias que representa, que são funcionários de Auto-Escolas, Centros de Formação de Condutores, Despachantes e do Transporte Escolar.

Uma das primeiras providências da nova diretoria foi conseguir uma sede e localizar os locais onde estavam instaladas as empresas que empregam os trabalhadores das nossas categorias. Como segundo passo, o Sintraadete colocou seus diretores na base para tomar conhecimento dos problemas enfrentados pelos trabalhadores das categorias ás quais representamos. Foi enorme o susto, pois apesar de reconhecer que o Sintraadete iria enfrentar alguns problemas, a nova diretoria na realidade não tinha o conhecimento da metade dos problemas que tinha pela frente. Ainda jovem e com muita disposição, o presidente Alexandre Almeida garantiu junto aos diretores e colaboradores do Sintraadete, que iria colocar todo o seu empenho nessa luta e que o Sintraadete iria se tornar um Sindicato de verdade”.

Enquanto a diretoria ia localizando as empresas e fazendo os contatos com o pessoal da base para o reconhecimento dos problemas, o presidente Alexandre Almeida buscava contatos políticos, empresariais e jurídicos para passo a passo ir solucionando os problemas prioritários. Nessa luta o Sintraadete foi pagando suas dívidas e resolvendo os principais problemas pela ordem de dificuldades.Foi uma luta difícil, mas no mês de maio, ao completar seu primeiro ano de gestão, a nova diretoria comandada por Alexandre Almeida já havia feito uma grande revolução, assustando grande parte dos patrões que não se preocupavam com as Leis Trabalhistas, já que não havia ninguém lutando em defesa de seus funcionários, anteriormente.

Uma das grandes vitórias da nova diretoria do Sintraadete, com menos de um ano de gestão, foi fechar o primeiro acordo coletivo com o Sindicato Patronal. Fato que marcou a história do Sintraadete. Esse acordo regularizou um piso salarial para o trabalhador no Transporte Escolar. Na sequência a diretoria do Sintraadete iniciou uma fiscalização geral, fazendo com que os patrões acostumados a “passar por cima das leis”, registrassem seus funcionários, garantindo a todos o direito a cesta básica, no Transporte Escolar. Com relação às Auto-Escolas e Centros de Formação de condutores, passaram a ser forçados a regulamentar os convênios médicos dos funcionários acertar os registros e regularizar os pagamentos de acordo com a lei.

Com a garantia da realização do Acordo Coletivo, onde o Sindicato busca melhores condições no trabalho, além do aumento salarial e outras benfeitorias para os trabalhadores da categoria, a diretoria do Sintraadete pede aos trabalhadores que fiquem alertas para participarem das assembléias que decidem as reivindicações a serem feitas para a negociação com os Sindicatos Patronais, que acontecem durante a data base de cada categoria. A data base para os trabalhadores em escritórios de Despachantes é no mês de outubro de cada ano. Para os trabalhadores no Transporte Escolar o mês da data base é Novembro. Auto-Escolas e CFCs contam com a data base em janeiro. Portanto todos devem ficar atentos nas convocações do Sindicato para as Assembléias que decidirão as pautas a serem levadas para o Acordo Coletivo.