Sintraadete - Sindicato Auto Escola, Despachante e Transporte Escolar de Guarulhos

Hoje15
Ontem102
Esta Semana337
Este Mês1640
Total216514

Temos 44 visitantes e 0 membros em linha

Horário de Atendimento

Guarulhos
de segunda à sexta-feira das 8 ás 12 e das 13 ás 17 horas

São José dos Campos
de segunda à quinta-feira das 8 ás 12 e das 13 ás 17 horas (sexta- feira atendimento em Guarulhos)

Aumento Salarial

O aumento salarial dos condutores do Transporte Escolar conquistado pelo Sintraadete de Guarulhos e Região, de 15 % sobre o salário, com certeza será um dos maiores se não for o maior do ano, a nível nacional. E além disso também ficou registrado no acordo a garantia de um seguro de vida e o convênio médico de R$ 50,00 sendo que deve ser pago a metade pelo patrão e outra metade pelo funcionário.
Foi uma luta difícil, pois o Sindicato Patronal, de início, queria dar um aumento correspondente ao índice da inflação citado pelo instituto de pesquisa do governo federal, que apontava um índice de 4,12 %, e mais nada, cortando inclusive a Cesta Básica. Por esse motivo houve a demora do fechamento do acordo onde o Sintraadete teve que convencer o sindicato patronal da necessidade de um reajuste maior para diminuir a grande perda salarial que os trabalhadores do setor tiveram nos últimos anos.Sendo assim o acordo coletivo que teve início em novembro somente agora foi concluído, porém com uma bela vitória a favor dos trabalhadores.  

Com o aumento o salário dos motoristas de Vans e Microônibus que trabalham até 30 horas semanais deve ir para R$ 632,50, para aqueles que trabalham acima das 30 horas até 44 horas semanais vai para R$ 690,00.  Para os trabalhadores condutores de Ônibus de Transporte Escolar com jornada igual ou menor que 30 horas semanais o salário passa a ser de R$ 770,50 e motorista de Ônibus de Transporte Escolar que trabalha até 44 horas semanais terá o salário de R$ 828,00. Os salários dos monitores não podem ser menor que o mínimo paulista. Demais funcionários em áreas administrativas, técnicas ou operacionais tinham como piso R$ 530,00 passou para R$ 609,00. Onde o salário é superior aos valores reajustados, cabe a empresa negociar direto com o sindicato profissional, não sendo obrigatório cumprir o indice reajustado dessa convenção.Continua a Cesta Basica e entra o Seguro de Vida que serão subsidiados integralmente pelo patrão e entra também o Plano Médico cuja empresa paga 50% do valor e o funcionário os outros 50 %, sendo o valor total de R$ 50,00.
Apesar das estatísticas do governo apontarem que a inflação oficial do ano de 2009 foi de 4,31% e o aumento salarial para os aposentados não chegar aos 6,5%, a diretoria do Sintraadete não aceitou a mesma porcentagem, que era a oferta do Sindicato Patronal e depois de muita conversa acabou convencendo o Patronal sobre a necessidade de um aumento maior conseguindo chegar a um aumento de 9,12%, sendo que esses 9,12% também estarão sobre o valor da cesta básica e o convênio médico. Portanto o aumento conquistado corresponde aos 4,31% da inflação e mais 4,81 de aumento real. Para as aulas o valor por aula também passou de R$ 1,25 para R$ 1,40. O acordo deve ser assinado pelas entidades ainda essa semana para ser homologado no Ministério do Trabalho e passar a ter a validade, como determina a lei.

O presidente do Sintraadete Alexandre Almeida e sua diretoria ficaram satisfeitos com mais essa vitória, pois houve dificuldade em convencer o Sindicato Patronal de que o índice de inflação apontado pelas pesquisas do governo não seria suficiente para equilibrar ao menos um pouco o salário dos trabalhadores da categoria, porém afirmaram que essa luta salárial ainda não terminou.